quinta-feira, maio 19, 2011

Cantiga e refrão


As nuvens no ar
A brisa a passar
As aves no chão
Debicando o grão

E a atmosfera cobre-se de salvadores
Líderes convictos de bem liderarem
E eu adormeço com eles a falarem
Os democratas e os ditadores

As nuvens no ar
A brisa a passar
As aves no chão
Debicando o grão

E a atmosfera enche-se de vazios
Como obras públicas tão mal acabadas
E eu adormeço com as suas estradas
Se entram ou saem, movidos por fios

As nuvens no ar
A brisa a passar
As aves no chão
Debicando o grão

E na atmosfera tudo é rarefeito
Quem fala e quem cala o bem e o mal
Palavras que tombam sobre Portugal
Como chuva, sol, granizo desfeito


Imagem de: www.teclasap.com.br. 

1 Comments:

Blogger sandrafofinha said...

Linda cantiga,adorei o post. Linda musiquinha,gostei imenso. Beijinhos!!

6:53 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

advertising
advertising Counter