sexta-feira, maio 26, 2006

Vertigo


As gotas tombam como pedregulhos
Noutros locais do universo.
Aqui, o sol cai aos trambolhões
Como montanhas atiradas de um vulcão.
Cai também a noite.
Amordaça-nos a escuridão.
Vertigo, a vertigem do cinema,
A vida inteira num palco,
Que pobre lugar-comum!
No palco está tudo engendrado,
O próprio caos tem sentidos
E há sempre, ao fim, a cortina.
Passam os nomes da equipa,
Todos os agradecimentos
E ninguém fica esquecido.
Dizem que o que escrevo é sofrido...
Não é bem...
Capto apenas o vazio
Humano da desconstrução.


Imagem de www.talkingpix.co.uk (Título do filme homónimo de Hitchcock).

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

advertising
advertising Counter