domingo, outubro 16, 2011

Será que ouvi bem?


Será que ouvi bem quando Pedro Passos Coelho justificou a perda total dos subsídios exclusivamente por parte dos funcionários públicos com o facto de que cobrar aos privados o dinheiro que era dos empresários não afetaria a despesa do Estado?
Numa perspetiva mais política, no sentido mais maquiavélico, poderia, perante o absurdo da justificação, crer que a ideia consistiria eventualmente em forçar uma perda de produtividade no lado da função pública de modo a angariar apoios gerais para um aliviar cego e em massa dos trabalhadores que, regra geral, são referidos por números. E gostaria muito de ser desmentido...

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

advertising
advertising Counter