quarta-feira, abril 20, 2011

Páscoa


Mataram o salvador da humanidade
Os sádicos, os bandidos, os corruptos
Que em actos malvados e abruptos
Nunca vi, senão de civilidade

Eles andam aí, eles-assombrações
Nunca partiram para os vis infernos
Nem os mártires para os céus eternos
Eu vejo-os sempre nas televisões

E em celebração do que se estabelece
Reúnem-se as famílias todas a comer
Ao som dos sinos, num cómodo esquecer
Para a ressaca que o espírito merece


Imagem de: http://alentejanando.weblog.com.pt/.



0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

advertising
advertising Counter