sexta-feira, junho 04, 2010

Criar recriar recrear





Aves, répteis, mamíferos, vírus, bactérias, insectos
Seres rastejantes sob pedras e as próprias pedras
Plantas que oxigenam como poderiam não oxigenar
Mesas, televisores, carros, autocarros, aviões
O sol e a chuva, a neve e o granizo
Somos, ao que parece, irmãos sob o céu

Confesso, porém, ao calor dos raios cósmicos
À luz invisível das aparências componentes
Matei moscas, mosquitos, besouros, centopeias
Exterminei ninhos inteiros de vespas inimigas
Como um soldado em plena selva, rambo metafórico
E fi-lo com o prazer atónito da arbitrariedade
Sentei-me, tomei café, fumei um cigarro e conversei

Acho que me perco entre fragmentos de religiões
E penso em São Bob Dylan, mestre das palavras
Embora tal devoção só possa ser intuída instintivamente
E tanto se me dê como se me dá pois desconheço todas as razões


Imagem de: www.roanoke.edu.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

advertising
advertising Counter