terça-feira, outubro 13, 2009

Ismos





Vinha agora mesmo pensando
Em estoicismo e epicurismo
Panteísmo, paganismo, sensacionismo
Cristianismo, satanismo, solipsismo
Em Pessoa orthónymo e heterónymo
Na fractura que me não fractura
Dispersão que me não dispersa
Vinha pontuando pensamentos
E pensando talvez em coisa nenhuma
Ou pensando talvez que pensava
Sentindo coisas que já não existem
Porque passaram como os automóveis
Ou talvez não porque tudo é uma massa
Como a massa encefálica dolorida
Tomada de maçãs e cobras estrangeiras
E a teoria da Relatividade é tão bela
Como o braço perdido da Vénus de Milo
E todos os ismos em istmos desertificados


Imagem de: www.csf.itesm.mx.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

advertising
advertising Counter