segunda-feira, maio 18, 2009

As nuvens, as nuvens...





As nuvens em formas várias sobre as casas da cidade
Em vários tons de cinzento e em azuis acinzentados
Esmagadas contra os telhados com o peso da gravidade
As nuvens tão persistentes como os tempos conturbados

As nuvens largando sombras em farripos nas calçadas
As nuvens tão variadas, as nuvens de sete véus
Tudo é silêncio profundo nas nuvens entrelaçadas
Que espalham solenidade, sensualidade nos céus

As nuvens que assim prosseguem e tudo pode ser Deus
As nuvens que nos perseguem em instinto e sensibilidade
Em curvas lentas e abstractas como telas em museus
As nuvens em formas várias sobre as casas da cidade


Imagem de: www.trekearth.com.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

advertising
advertising Counter