sábado, junho 03, 2006

Elogio do hard rock


Duras, tão duras, as pedras na estrada,
Fracturam-se, misturam-se, sob o sol pesado,
Megatoneladas contra o solo queimado,
Implodem e explodem pedras na calçada

Onde o som é luz pura e ofuscante
E a técnica mor, o martelar a rocha,
A alma pega fogo, transforma-se em tocha,
Divindade plana sob o sol gritante

A arte mais forte do que o pensamento,
O som mais cortante que o uivar do vento;
Duras, tão duras, as pedras e a chama,
Divindade plena, muito mais que humana...



Este elogio não se destina ao hard rock indiscriminado e muito menos a qualquer tipo de pseudo-hard rock. Surgem-me na mente bandas como os Blue Cheer no seu melhor, os Mint Tattoo, que apenas gravaram um álbum, fantástico e tão injustamente subavaliado, um certo Jimi Hendrix, os Led Zeppelin (na foto - quem diria?) e pouco mais.



Imagem original de www.poster.de.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

advertising
advertising Counter