sábado, abril 22, 2006

A educação para a castração


I

A maioria das pessoas
Fica lerda quando cresce,
Tão responsáveis, tão sérios,
Incongruentes, também...
São máquinas de clonagem que desabam
Sobre as mentes das crianças,
Sentidos proibidos, normalizadores,
Inquisidores de bem com Deus.
É por isso que todos se queixam do mundo,
Maldizem o mundo e as pessoas,
As pessoas que são as pessoas...
As pessoas incham em imbecilidade.
A poética disto, a sua literariedade,
Está no facto tão óbvio de
A imbecilidade ter mais interpretações possíveis
Do que imbecis possa haver no mundo.



II

Sou ainda um ser pequeno...
Dependo em tudo dos grandes.
Tenho que ter tudo limpo.
Tenho que ter tudo certo.
Tenho que ouvir e calar.
Tenho que ser um boneco.
Tudo isso para crescer...
Tudo isso para crescer
E aprender a mandar.



Imagens do filme The Wall.

1 Comments:

Blogger Lila Magritte said...

Gran poema y gran recuerdo de "El muro". Genial película.

2:02 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

advertising
advertising Counter