quarta-feira, outubro 01, 2008

Um abraço

Gostaria de pedir desculpa aos meus leitores pela ausência, ou quase ausência, de poemas recentes. É que a vida encontra-se, presentemente, em rota de colisão com a arte. Como alguns saberão, para ganhar a vida tenho que dar aulas ao secundário. Bom, sucede que este ano tenho um horário pesado a vários níveis, quer de número de horas a cumprir com todos os tempos lectivos e não-lectivos, quer de níveis etários e comportamentos-responsabilidade de muitos dos alunos, quer da obrigatoriedade de me deitar sempre cedo e acordar cedo para a actividade plena, quer do peso de uma avaliação a que estou sujeito e que se pauta por uma extrema vigilância e burocracia. Pronto, não estou a queixar-me. Sucede simplesmente que me sobra pouco tempo mental para a poesia. Mesmo se diariamente me digo que quero escrever algo mais do que as papeladas obrigatórias e estéreis. Se tudo correr pelo melhor, em breve recuperarei alguma verve e aqui regressarei com o que de facto mais me importa. Até lá, um abraço grande.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

advertising
advertising Counter