sexta-feira, abril 11, 2008

The needle and the damage done (poema seco)



A vida passada num flash,
A agulha na pele insensata,
Guardas dum lado e tu do mesmo,
As fardas na cinzentidão do mundo.
Lembras-te dos anos setenta
Onde eu passei a pairar
Na mesma barricada mas noutro fosso
E nunca te conheci.
O Berto, o Pleibas, os putos punks e mais,
O sol a pino intenso sobre os jardins do Marquês...
Tudo tão seco, como o tempo secou tudo!
Tudo tão morto e só a memória difusa...


Imagem de: http://www.tshc.fsu.edu/.

1 Comments:

Blogger L. said...

no centro das veias a alma procurava dormida

11:13 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

advertising
advertising Counter