sábado, julho 22, 2006

A crítica


Criticava sagazmente a estética da saudade...
Da saudade, nostalgia e do amanhã também.
A tristeza não servia. Nem a alegria.
As interrogações só sendo pontuações.
Com o saber das leituras, seguia e descodificava...
Só não decifrava o que lhe desagradava.


Imagem de www.miladus.org.

1 Comments:

Anonymous Luís said...

;-)

4:26 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

advertising
advertising Counter