quarta-feira, junho 28, 2006

Portugalumanidade (poemeto simpleto)


Sinto-me bem nas médias,
Sinto-me bem nos tédios,
Gosto de morar em prédios,
E escuto com atenção
os profetas da correcção.
Sem as médias, perder-me-ia.
Sem os tédios, nada seria.
Os prédios são moradias
De gente laboriosa,
Singeleza populosa.
Amo a palavra singelo...
Podia estar bem pior,
Podia estar em Timor...
Amo a canícula e o gelo.
Como de tudo e de todos,
Gosto de todos os sons,
Murmuro em todos os tons,
Baixinho... só por pudor.
Podia viver em Timor!
Sou modesto, sou honesto,
Pouco importa se funesto.
Vivo da guerra e da paz.
Quem eu sou, tanto me faz...


Imagem de www.teamkramer.com.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

advertising
advertising Counter