terça-feira, maio 06, 2008

A cidade está cheia de velhos





A cidade está cheia de velhos tristes e alegres
E de coisas que o tempo fez irreconhecíveis.
Está tudo mudado, tudo tão mudado na cidade!
O presidente mandou que se mudasse tudo,
Construiu prédios altos, pavimentou o chão cinzento,
Mudou as pombas para o pombal, demoliu o coreto antigo...
Já não se ouvem fanfarras nem os gritos das marionetas
E o próprio Marquês civilizou-se e ficou policiado.
O metro passa largamente a imitar os subúrbios
E só há cinema em shopping centers livres de tabaco.
O sol que ontem brilhava apagou-se à imagem
Das velhas fotos de família esborratadas, carcomidas,
Um bigode aqui, um ar sisudo além,
Um poço escuro de estranheza
Da vida que talvez nunca tenha havido.
E os velhos, tantos velhos, tristes e alegres,
Vão pingando lentamente das artérias ainda meio vivas...


Imagem de: www.ciberjunta.com.

1 Comments:

Blogger L. said...

de velhos e de gente que coxeia

gente com os bolsos cheios de coisas

que as fazem tropeçar

2:34 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

advertising
advertising Counter