segunda-feira, abril 14, 2008

Vaga





As flores brotam dos ventres lisos
Que vibram ao sol azul fiapado
Sob o céu que soluça e explode
Ao peso de galáxias mentais revoluções!
Sei de mundos que se agitam sob cabelos
Como tentáculos ondulantes das profundezas
Onde não alcança o meu escafandro embaciado
E eu não passo de um explorador triste e esgotado.
Sei de raios de luz finos, dispersos,
Que iluminam os meus dias de néon magoado
E se vão perdendo lentamente na distância...
Que projectos podem ter tanta importância?


Imagem de: http://passionline.free.fr.

1 Comments:

Blogger L. said...

um corpo deixado no fundo do mar, ao fim de alguns meses será uma perola branca

6:02 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

advertising
advertising Counter