quinta-feira, agosto 03, 2006

Babilónia


Pentear...cabelo!
Tomar...café!
Fumar...cigarro!
Escrever...poema!
Limpar...casa!
Comer...jantar!
..................................
Vêde bem os deuses da antiga Babilónia,
Urrando em regozijo, afagando as panças grandes,
Gargalha cada um dos seus dentes aguçados,
Gargantas infindáveis em sons cavos e lentos,
Vêde bem os deuses da antiga Babilónia,
Como nos governam lá das suas sepulturas!
Tudo é aparência, ruína, tédio, memória
E a existência eterna como a alma interminável...
Deixem-me dormir sonhos de anjos sorridentes,
Sorridentes e severos, justiceiros implacáveis,
As suas asas de fogo, as suas espadas de fogo!
Porque só no sonho fundo há visões do paraíso,
Colinas verdes, tão verdes, muito além do infinito,
Porque a humildade do sonho é já tudo o que nos resta...


Imagem de www.item.ntnu.no.

2 Comments:

Blogger Lila Magritte said...

Sabias palabras, amigo.

5:37 da tarde  
Anonymous ConchitaMachado said...

Adorei estar em seu Espaço!
LER...suas Palavras.

Voltarei.
Bjo
ConchitaMachado

10:09 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

advertising
advertising Counter