segunda-feira, abril 03, 2006

O Canto da Louva-a-Deus

BAÚ DE MEMÓRIAS



Se tiverem vindo a acompanhar o blog, ter-se-ão apercebido de que cheguei a planear fazer um blog como Jorge Simões. Mas tendo em conta esta passagem de testemunho com que o Joaquim nos surpreendeu, vou aproveitar para vos mostrar, de quando em vez, um pouco do que fiz antes de o Joaquim Camarinha se me apoderar da mente e antes de eu me apoderar da sua. Sem ordem cronológica óbvia, apenas ao sabor das apetências. Quando virem um Baú de Memórias, já sabem do que se trata. Para já, começo com um soneto... Porque me apetece - bem à Camarinha!



Uma louva-a-deus esguia e possante
Dissimulada por entre a folhagem
Seduz e conquista o macho vibrante
E auto-satisfeito da sua imagem

Uma vez aquietado esse cio
Assim fornicado o pobre ignorante
Ela abre as patinhas e a frio
Devora, gulosa, o incauto amante

Da mesma maneira, a fêmea carnal
Abre as comportas do seu corpo quente
Goza a antevisão do festim final

E embalado pelo canto adormecente
Em adoração, estranho ritual
O macho oferece a alma a Deus, sorridente


13 de Janeiro de 2005



Imagem de http://outsider.weblog.com.pt/.

3 Comments:

Blogger Alma said...

"Padrinho" A Morgadinha está sem forças, vai parar. Talvez regresse.
Não sei...
Um beijo enorme, tu sabes.

12:56 da tarde  
Blogger clotilde said...

Não deixe a Morgadinha ir embora!

Todos ao blog dela!

2:03 da tarde  
Blogger Alma said...

Tudo aqui é lindo...

6:42 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

advertising
advertising Counter